quinta-feira, 25 de março de 2010

Trutas nada...

Depois de um fim de semana para esquecer no que toca a pesca, pois tive dois zeros, nada de nada quer sábado quer segunda, em ambos os casos não fiz a melhor escolha de rio nem locais, só 2 trutas uma em cada e estas se soltaram sem a minha ajuda...
chegamos a quarta feira mais uma alvorada, 05.30h toca a levantar já com os locais destinados ,la parti eu para pegar os camaradas, 8 da matina já chegamos ao local desconhecido, parecia sei la o "paraíso", a agua estava fabulosa e o dia excelente, estava a chuviscar , para mim as condições ideais para boas capturas no que toca a quantidade pelo menos...
duas fotos para adoçar o apetite...
1 hora depois e já bastante desiludido , as expectativas estavam a correr que nem agua.
Eis que!!! um novato por estas andanças zás..., a primeira e única truta da manha neste rio...
a tarde e depois de cerca de 60 km mais ao lado , outro pequeno rio este já de mim conhecido de anos transactos mas em época de mês mais avançado talvez Maio.... o que me levou na altura a desistis poucos metros de pois...
Desta vez não, subi , subi ate ele em 2 se dividir....
Nesta foto e ainda longe da divisão e depois de a açude me convidar eu la fui por água ate ao outro lado sem saber o que ali me esperava, um lance corto e eis que ela se mostra um belo exemplar perto dos seus 30 cm , mas nada nem percebi o que queria aquela linda truta fazer o certo e que não ferrou...
1h depois e nada , eis que de repente e num só lance ferro uma bebe, descrava mas a mepps prata 2 la continua a trabalhas por entre a corrente e zás.... ate que enfim a minha primeira e única do dia...
Já na descida onde eles se unem os dois.
que terra que montes e que terrenos ,tudo ao abandono , já me faz lembrar um pequeno pais banhado pelo oceano atlântico de Norte a Sul, não digo qual é.... digo sim andei na terra dos navalheiros as marcas eram por demais evidentes, olha o pelo!!!
olha o pato , alguém viu a sua dama? é favor contactar..., cá para mim está por ai bem escondida a tratar da pro cima geração.
É lindo , já faltava pouco 3h e alguns minutos a subir e mais uma a descer sem parar.
Para a historia fica mais um bom dia passado entre amigos, muito ar poro e uma semana de lições entre elas algumas já repetidas como:
_se já conheces o rio tem cuidado com a chuva pois a colhes se em alguns casos é bom também pode ser mau com a variação da cor da agua de rio para rio.
_ pescar em ribeiros com cerca de 2m de largura não mais que isso sim mas toma nota uma cana de 1,50m não é para todos a não ser que a experiência se sobreponha que é o meu caso , já conhecia o ribeirinho e a ultima da hora optei pela maior como já não estava afeito resultado , e isto não se diz para que tem experiência 3 lançamentos 2 mepps prata despedias, e uma caminhada ao carro para troca de cana.
_ por ultimo e muito importante estes pequenos e longos locais não recomendo que sejam visitados por mais de 2 pescadores ao mesmo tempo e porquê , como são zonas selvagens de águas cristalinas quantos mais pior as nossas lindas ao pequeno ruído estranho entram em fuga parecem flechas e é claro o resultado esta a vista muitos km e poucas capturas
CURIOSIDADE: em ambos os rios e se não estiver enganado pode ver o VISÃO, uma espécie introduzida ...





1 comentário:

  1. Viva Carlos,
    Eu também já fotografei esse pato!!!
    Conheço à mais de 20 anos essas paisagens,guarde para si o local deste rio fabuloso.

    Se quiser saber o nome das 2 ribeiras que o compõe mande um email privado que eu digo-lhe.

    Eu também levei um prego hoje,alias nem tirei o material do Jipe,visitei o alto Ave,mas nevava intensamente,pelo que optei por pescar uma boa carne barrossã no meu amigo João no Nariz do Mundo,ficando à conversa com ele durante a tarde.
    Passei ainda pelo Peio,mas o frio era intenso.
    Regressei a Viana pelo Salto ainda fazendo algumas fotografias.
    fotos no blogue
    Dias melhores virão.
    Abraço,
    João Dias
    http://trutaseserras.blogspot.com/

    ResponderEliminar