segunda-feira, 4 de julho de 2011

Últimos lances em Panque .


Um almoço na terra natal, levou-me até ao Neiva , um pequeno percursos ...
Desta feita com pluma novamente e só agora me é possível depois de ter posto em pratica algumas das técnicas a que o rio exige como é o caso da fisga pois as correntes são bastante reduzidas e a vegetação muito densa...
Por vezes faço este troço no dia 1 de Março calhando em dia de trabalho , não tenho dificuldade em o fazer em cerca de 1h15m a amostra, só para matar o vicio ...
Também não é demais lembrar que sem sombra de duvida seja a parte do rio Neiva mais castigada!!! a forte pressão de pesca neste troço nos últimos 20 anos tem sido devastadora, ...
_ EU TAMBÉM CONTRIBUI ....
Quando ia inconscientemente pegar na cana de pau que o meu avô tinha no moinho ,e todo animado lá conseguia enganar uma boga ou um pequeno escalo , corria com a alegria de criança própria para a idade que tinha ... pequenos peixes muito abundantes por esta altura, assim como os barbos existentes em alguns dos poços na foto abaixo já lá teve barbo de quilo , bom tempo...
Em duas horas de pluma só ferrei uma trutita e resta dizer foi a única que atacou ferozmente...
junto ao moinho do meu avô , um dos últimos moleiros da região...
Neiva até uma próxima , os erros cometidos ontem não servem de desculpa para amanhã ,
nesta foto tirada em Março de 2009 esta pequena caixa estava a tentar localizar pegadas de VISÃO americano para fins de estudo creio eu , mais uma praga trazida pelo homem !!, nesta parte no Neiva já são mais que muitos , não sei se será pela presença de inúmeras lontras nas partes mais calmas do rio quer para jusante quer para montante de Panque o que é certo é que eles por lá andam fintando os moinhos e as correntes !
Ainda estão a tempo de ser controlados creio eu ...
Resta dizer o dia estava fantástico e o ARROZ DE CABIDELA DA MÃE melhor ainda...

2 comentários: